Dicas ao cliente

Cartão de visita de Paulo Ferreira Alves

O que não se corrige com Photoshop

Quando fotografamos alguém, é frequente ouvir-se em contexto humorado, “você depois corrige isso com Photoshop”. Mas afinal, será verdade que tudo se corrige com Photoshop?

Em rigor, este software pode efetivamente promover verdadeiros “milagres”. Mas será que o cliente está disposto a pagar o tempo necessário para editar imagens com o detalhe de uma capa de revista?

Há múltiplas maneiras de, durante a sessão fotográfica, “esconder” características que o cliente goste menos de ver em si. E um serviço profissional inclui sempre o trabalho de pós-produção em que todas as imagens são editadas, de maneira a enfatizar as melhores características das imagens recolhidas. No entanto há “detalhes” que, por não ser prático corrigi-los em pós-produção, devem ser observados como preparação para a sessão fotográfica.

Alguns exemplos a considerar:

Pessoas
. Cabelo, maquilhada, unhas, barba: Se vamos perpetuar a sua imagem, não desconsidere os detalhes.
. Caracterização: Descreva ao fotografo o que mais e menos gosta de ver em si.
. Roupa: Qual é o estilo que o/a caracteriza? Evite padrões com riscas ou bolas.
. Relaxe: Venha descontraído/a e se possível, durma bem na noite anterior à sessão.

Imóveis
. Imagem e simplicidade: Arrume o imóvel como se fosse receber convidados especiais e reduza os elementos decorativos. Se não acrescenta valor ao cenário, será elemento de distração e por isso deve ser retirado.
. Ambiente: Se quiser criar uma atmosfera mais personalizada, considere usar adereços tais como fruta numa fruteira, uma garrafa de champanhe num balde de gelo e duas flutes, a lareira acesa, entre outros.
. Caracterização: Descreva ao fotografo as características que valorizam o imóvel.
. Iluminação: Certifique-se que toda a iluminação do imóvel está a funcionar corretamente.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.